Meu Carrinho

Fechar

Como segurar a taça de vinho

Desde que o vinho surgiu, há recipientes específicos para o consumo da bebida, ainda que no começo não fossem taças como conhecemos hoje, obviamente. Nos primórdios, eram usadas tigelas rasas para beber vinho.

Embora não seja imprescindível, a taça traz um charme todo especial para o consumo do vinho. Ela foi pensada exclusivamente para extrair o melhor da bebida. A estrutura da taça é formada pelo bojo ou corpo, pela haste e pelo pé ou base. Existem diversos modelos de taças no mercado, uma para cada tipo de vinho.

Se a sua intenção for degustar os vinhos analisando os aspectos visuais, olfativos e gustativos, o melhor é escolher taças transparentes, de cristal ou vidro. As de vidro são resistentes e têm preços bons, mas são mais rústicas e grossas, enquanto as de cristal são mais leves, finas e com menor porosidade.

O nome cristal é porque o resultado da produção gera um vidro especial que se parece com o cristal. Na verdade, elas são feitas com areia (sílica), óxido de chumbo e vários componentes químicos.

E como devemos segurar a taça de vinho para termos a melhor experiência possível? Bom, seguindo as regras de etiqueta, não existe uma maneira única de como devemos segurar a taça. O que se faz comumente é segurá-la pela haste. Isso porque assim evitamos sujar o bojo e também mantemos a temperatura da bebida. O calor das mãos pode alterar rapidamente o do líquido.

O que importa, no final das contas, é apreciar os vinhos do jeito que você achar melhor, sem se preocupar muito com a técnica.

Comentários

0 Comentários

Deixe seu Comentário