Meu Carrinho

Fechar

Vinhos uruguaios

Pequeno em extensão territorial e produtor de vinhos com grande potencial, o Uruguai tem se destacado cada vez mais quando falamos de viticultura. A Tannat, uva de origem francesa, se adaptou muito bem ao terroir local, dando origem a rótulos de personalidade. 

Assim como os demais países sul-americanos, as primeiras vinhas chegaram ao país através dos europeus, no século XVI. Porém, só a partir do século XIX que a viticultura começou a se expandir. Nos anos 70, houve uma renovação das técnicas de cultivo, além da introdução de novas variedades, o que contribuiu para o crescimento da produção uruguaia. 

Com terroirs de clima mediterrâneo, muitas uvas se adaptaram facilmente ao país. Tanto que em todo território uruguaio há vinhedos, inclusive, 16 dos 19 estados possuem videiras.

Saiba mais sobre as principais regiões produtoras do Uruguai:

Canelones 

Localizada no centro do país e próxima a Montevidéu, Canelones é a maior região produtora do Uruguai, concentrando 60% da produção. Com verão ameno e noites frias, o amadurecimento das uvas é lento, trazendo mais equilíbrio e intensidade aromática aos vinhos.

Maldonado

Maldonado é a mais nova região produtora de vinhos do país, localizado próximo de Punta del Este. Os primeiros vinhedos foram plantados em 2001 e o primeiro vinho foi colocado no mercado em 2007. De lá para cá, a região só tem crescido e se consolidado como produtora de vinhos. 

Colônia

É nessa região que está localizada a Colônia del Sacramento, declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e ponto turístico muito conhecido. É por ali que a mais antiga vinícola do país foi construída, em 1869, que ainda hoje conserva sua estrutura e história. É a segunda maior região produtora do país. 

Comentários

0 Comentários

Deixe seu Comentário